Refúgio Jeep

Sensação: reação momentânea e significativa que mobiliza emoções e sentimentos. Essa ideia, aplicada à arquitetura e somada ao tema da Casa Cor deste ano, CASA VIVA, tornou-se o foco do projeto. O ambiente, com 115 m², foi construído integrado ao jardim e exalta as texturas dos materiais naturais e o minimalismo aconchegante.

A geometria externa do ambiente, revestida com pedra, mistura-se ao verde do jardim. Internamente, o forro em madeira e as paredes soltas unem as duas áreas do ambiente: a garagem e o living. Outro ponto em comum é a cortina em cascata, que traz o elemento "água" e a sensação de relaxamento. A ocupação do living é reflexo da forma como o indivíduo contemporâneo percebe o espaço que habita: integrado, repleto de luz natural e aconchegante.

A vida é uma eterna transição. Realizamos isto em nosso projeto, optando pela construção a seco, sem produção de resíduos. Economizamos na utilização dos recursos naturais e de energia elétrica. Além disso, todos os insumos poderão ser reaproveitados em outros lugares e com novas formas.

 

Brasília 2018

Autores: Bruno Lins Amaral e Taiza Greca

Colaboradores: Talita Yamada e Maria Paula Dantas

Fotos: Haruo Mikami

Jeep

AC Coelho Tintas

Artefacto

Claramar Mármores e Granitos

Deca

Dessine Iluminação

Divino Quadro

Elletromec

Eucatex Painéis

Finitura Acabamentos

Gallery Tapetes

Ikê Pedras

Kings Marcenaria

Marquesa

Quadra Interior

Rose Bueno

Studio Automação

VITRAL/ CEBRACE

Vittoria-Z Galeria de Arte